quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Um irmão será sempre um irmão.

É incrível como a simplicidade da Bíblia me intriga.
Existem versículos que sabemos de cór e as vezes cansamos de ouvir, mas são palavras que realmente merecem ser decoradas e repetidas. Você já deve ter ouvido "se alegre com os que se alegram e chorai com os que choram" ou "amai ao próximo como a ti mesmo". Muitas vezes li essas palavras e não havia absorvido a totalidade do que elas significam. Então a vida me ensinou a prestar mais atenção na Palavra que sempre tive acesso e nunca dei a devida importância.
Aprendi que o meu sentimento não é mais importante do que o de ninguém, nunca menospreze o que uma pessoa pensa ou sente por ela ser diferente de você. Nunca se pode julgar a intensidade de uma tristeza, amor, alegria, prazer ou medo de ninguém. Se você ama alguém, aprenda a amar os seus sentimentos também.
Aprendi também que se relacionar não é fácil, nunca foi e nunca será. Somos humanos, carentes, falhos, errantes e exigentes com os outros. Preciso me amar muito pra não me deixar levar pelas palavras que ferem e julgamentos equivocados de terceiros e na MESMA INTENSIDADE devo amar o meu irmão, amando nem a mais nem menos. Amando mesmo!
Suportar, amar, aprender, ensinar... A caminhada em busca de perfeição é realmente eterna e quando entramos nela já sabemos que nunca alcançaremos o nosso verdadeiro objetivo, mas fazemos de nossa caminhada uma alegria, um prazer.
Aprendi a olhar pro outro e realmente ver o outro.

Obrigada Laylla, você é minha caminhada eterna.
[Post dedicado aquela que me ensina a cada dia]

2 comentários:

  1. Filha,

    Muito lindo... você pode ser uma escritora bem melhor que seu pai...

    ResponderExcluir